sábado, 3 de setembro de 2016

a vontade vence

À coisa de três anos atrás, li ou ouvi uma noticia insólita:
um cidadão chinês tinha chegado a Potugal, deslocando-se do seu país em bicicleta.
Na zona de Sines tinham-lhe roubado esse meio de transporte, o que foi lamentável.
Passado pouco tempo, um português, que o tinha acolhido e apoiado e de quem se fez amigo, encontrou essa bicicleta, reparou-a e  tomou a firme resolução de a devolver ao amigo.
Meteu-se à estrada e lá foi ele, pedalando...
"a vida começa quando a gente se reforma", diz ele.
Hoje, ouvi a notícia que tinha chegado à China e entregue a dita bicicleta.
Contou que pelo caminho só encontrou muitas dificuldades em Sumatra, na Indonésia, onde a estrada era ao "sobe e desce" e a alimentação era pobre para tanto esforço.
"vi as florestas devastadas para plantarem palmeiras"
Já na China foi atropelado
"com alguns ossos partidos, mas não morri nem fiquei paralítico."
"como poderia desanimar se tinha visto, um dia, numa estrada, em sentido contrário, um homem a pedalar a sua bicicleta, e não tinha uma perna e também um braço?"
Agora comprou, na China, uma bicicleta, e vai regressar nela, passando pela Ásia, Nova Zelândia, Austrália e continente americano.
Pensa estar cá,  em Portugal daqui a quatro anos...
"para conhecer a história, é preciso ir aos locais...os portugueses têm a história espalhada pelo mundo..."

Digam lá se não é admirável, a perseverança, força de vontade e objectividade para cumprir um sonho.

Sem comentários:

Enviar um comentário