quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

reflexões _I

reflexões

É na noite mais escura de todas as noites que uma ténue chama se destaca das sombras.
É na raíz do pensamento que se desenvolvem as emoções por mais débeis que sejam os sentimentos.
É na esperança, por mais dúvidas que nasçam, que a vida faz algum sentido.
Viver por viver, é não vêr, não sentir e não crer, o que nem as estrelas o querem ser.
É da condição humana acreditar no que não se pode compreender. O desconhecido é sempre algo gerador de medo e apreensão. Mas paradoxalmente precisa-se de acreditar  num qualquer desconhecimento salvador.
Hoje adora-se tudo. Qualquer objecto, bem, pessoa ou coisa. É tudo uma adoração. Eu, que nem os deuses adoro, acho estranho tanta veneração.
E o curioso é que muitas vezes algumas pessoas não se dão conta que nem delas gostam.
Temos de viajar mais por dentro de nós e de dentro de nós partir para o que de falta nos há-de ser.
Uma árvore não precisa de ter medo para em direcção à luz crescer.



Sem comentários:

Enviar um comentário